segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Vindima apanha da uva 21 de Setembro 2013



Venha viver uma das maiores festas agrícolas. Participe na Vindima e deixe-se surpreender pelo sabor e textura da uva.

Ponto de Encontro: Sede da Rotas e Raízes

8:00 -  Início - Caminhada até à vinha

8:30 - Chegada à vinha, inicio da apanha das uvas

10:00 - Reforço matinal ( bolos de bacalhau)....

11:00 - Esmagar as uvas

12:00 - Fim dos trabalhos regresso a sede.

13:00 - Almoço na Casa da Esquila

Preço 20€ / Pessoa


Participação na IV feira eco-raia 24 e 25 Agosto 2013 Pinhel

A rotas e raízes, teve a sua primeira participação em feiras na IV Edição da feira eco-raia que se realizou nos dias 24 e 25  de Agosto em Pinhel.
Foi uma boa experiencia, pelos contatos feitos e produtos  vendidos, esperamos poder participar noutras edições, bem como noutras feiras do gênero.

Queremos deixar uma agradecimento a colaborado pelo tempo despendido e apoio que deu assegurando a maior parte do tempo a representação da empresa no stand, o nosso muito obrigado.

Ficam algumas fotos do nosso stand.., com os produtos  agrícolas, azeite peninha, mel rotas e raízes feijão, grão, batatas e cebolas.
Aproveitamos para divulgar o concelho e os nossos parceiros de turismo rural.


















quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Sustentavel_MENTE a rotas e raízes vai estar presente....

Vamos Estar a dinamizar UMA conversa nenhuma Evento Sustentavel_Mente fazer Próximo Sábado em Figueira Castelo Rodrigo a Partilhar uma Experiência de Ser empreendedor no interior do Pais, apresentando o projeto gesterra.....

Sustentavel_MENTE - Conferencia AO Estilo TEDTalks

No Próximo dia 24 de Agosto, Sábado, ocorre los Figueira de Castelo Rodrigo a 3a Edição Sustentavel_MENTE. Tratam-se de Conferências AO Estilo TEDTalks, Que pretendem Envolver a Comunidade local, los especial OS Jovens, e proporcionar-lhes ideias, Ferramentas e Conhecimentos parágrafo Que possam CRIAR o Seu Proprio Negócio e Fixar-se no Território.
A Entrada gratuita E, como 18h 30 no Bar "A Piscina", EM Figueira de Castelo Rodrigo.

De 30 de Agosto a 6 de Setembro decorre a Semana Sustentavel_Mente hum oficina Intensivo Onde OS Participantes Irão Aprender Como CRIAR UM plano de Negócios, n'uma Óptica de sustentabilidade, com Base na Preservação da Natureza e das Tradições locais. Pretende-se ASSIM Que, sem final, estejam aptos par apresentar UMA proposal Empreendedora, Que SEJA APLICÁVEL AO Território.

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Rota dos Castelos de Pedra em Penalobo

No passado dia 18, pelas 8h, encontramos-nos no Largo de Penalobo para iniciarmos a Caminhada da Rotas dos Castelos de Pedra.
Tivemos a companhia de um conterrâneo e habitante local que participou na caminhada e nos deu conhecimento de saberes, costumes, vivências, construções e personalidades locais.
Foi uma caminhada com cerca de 10 Km, percorrida em 2h40, pelo trilho marcado recentemente e que dá a conhecer os Castelos de Pedra de Penalobo.
Penalobo,como parte do concelho do Sabugal, insere-se numa unidade geológica designada por maciço antigo, composto essencialmente por granito e xisto. Na região de Penalobo é mais evidente a presença de granito. Devido à composição mineralógica, o granito, sofre ao longo dos tempos alterações químicas, devido à infiltração profunda da água. Esta acção química transforma a rocha num material mais arenoso que sofre constante erosão.
No trilho percorrido, observam-se várias "colinas" umas maiores, outras mais pequenas, designadas por Inselbergs  ou Montes Ilha, resultantes da erosão diferencial entre o manto de alteração e a rocha sã. Na região de Penalobo podemos encontrar dois tipos de Inselbergs: os Castle Kopie e os Tor.Apesar de ser dificil distinguir os dois tipos de Inselbergs, os Tor são mais pequenos eco blocos mais arredondados.






















A Rotas e Raízes, disponibiliza este Programa, podendo realizá-lo por marcação, em qualquer altura do ano.



 Vejam as vossas agendas e marquem connosco esta actividade para conhecerem e percorrerem a Rota dos Castelos de Pedra.

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Caminhada pela Rota dos Castel Rocks - Penalobo 18 de Agosto

Inscrições Aqui:

Nota de Imprensa - Ciência Viva no Verão – À Descoberta dos Castelos de Rocha (Penalobo Castel Rocks)

A  pedido da Associação Transcudânia divulgamos a nota de imprensa . 




A  Associação para a valorização do Património Histórico e Natural do concelho do Sabugal em conjunto com a Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica e ao abrigo do programa Ciência Viva no Verão, tem vindo a realizar há alguns anos várias actividades em diversas áreas científicas, tais como Biologia e Geologia promovendo, assim, o património natural do concelho do Sabugal, nomeadamente pelas actividades já realizadas e por realizar, tais como a “Geologia e Geomorfologia da Serra das Mesas”, a “Biodiversidade das margens da Barragem do Sabugal e Rio Côa” e a “descoberta da Biodiversidade da Serra da Malcata – Espirito Santo”.
É no seguimento do sucesso que tem havido em anos anteriores, nas referidas actividades, e porque o concelho está dotado de um potencial natural único, que foi possível no presente ano obter aprovação de uma nova actividade na área da Geologia, intitulada “À Descoberta dos Castelos de Rocha” promovendo assim, ainda mais, o património Geológico do concelho, mais concretamente das “geoformas” dos diversos afloramentos rochosos existentes na freguesia de Penalobo e envolvente. A estreia desta mesma actividade irá decorrer no Sábado dia 10 de Agosto e 14 de Setembro de 2013 e que consistirá numa caminhada guiada por alguns dos inúmeros pontos de interesse geológico da região. Esperamos que esta nova actividade obtenha tanto ou mais sucesso que as outras já existentes, apelando também desta forma, à participação de toda a gente. Para mais informações deverão consultar na internet, em www.cienciaviva.pt. Esperamos por todos.
Mais informações
Carlos Pinharandas - 965340160

sábado, 3 de agosto de 2013

IV EDIÇÃO DA ECORAIA – 24 E 25 DE AGOSTO DE 2013


A Rotas e Raízes, vai participar com um stand na ecoraia a vender produtos regionais e programas animação turística.

Apareçam por lá....




Objetivo do evento e onde vai ser realizado

Este evento surge no âmbito de um projeto de cooperação transfronteiriça e visa impulsionar a iniciativa privada da zona da raia. Trata-se de uma feira tipicamente promocional mas de carácter comercial e onde logicamente na sequência da primeira edição da Feira se estabelecerão e reforçarão contactos empresariais em termos comerciais entre os dois países. É logicamente uma oportunidade para os pequenos e médios produtores locais da zona raiana.
Temos provas suficientes e a experiencia assim o diz que o desenvolvimento sustentável da nossa região passa por potenciar e dinamizar o que de melhor temos na região e esta feira traduz isso mesmo, ou seja a possibilidade de se exporem os produtos tradicionais e regionais e de se estabelecerem contactos quer de comercialização quer de troca de saberes na promoção dos produtos regionais. Logicamente que este evento permitirá ainda contribuir para o processo de dinamização, modernização e diversificação do sector agroalimentar e turístico das duas regiões BIN- SAL e estou convencido que quer o público espanhol quer o público português se sentirão atraídos em conhecer localmente onde se produzem estes produtos de origem rural.

Este ano de 2013 a edição da ECORAIA vai realizar-se em Portugal, mais concretamente no Município de Pinhel e para além da mostra gastronómica vai oferecer outro tipo de atividades, nomeadamente de promoção turística dos Municípios.


ECORAIA traduz-se numa marca regional vendável através da LAT 40

Antes de mais explicar o porquê da LAT 40 - (diminutivo de Latitude de meridiano de lugar de 400 no qual se encontro o território raiano (PT e ES) e de onde são originários os produtos desta mostra gastronómica e das diversas atividades agroalimentares que vamos expor.
De referir que recentemente foi registada a marca LAT 40 e estamos a realizar todos os esforços para que com esta mostra gastronómica cuja sua génese surge no mundo rural e que ainda transpira indicadores de crise, se possa evidenciar aos que ainda acreditam bem como aos menos crentes que o mundo rural pode também ele, ser promissor de novos e melhores produtos. Com este e outros iniciativas semelhantes estamos certos que a marca LAT40 será cada vez mais publicitada e obviamente mais procurada no futuro e dinamizar a economia das pequenas e medias empresas da área agroalimentar e áreas afins.
Eu mesmo sou da opinião que o sector agrícola/rural especialmente na nossa região que é riquíssima em recursos endógenos, pode ajudar a atenuar os fatores negativos da crise atravessamos, se houver uma aposta no crescimento da produção regional/nacional no sector e se as novas gerações abraçarem uma profissão que tem vindo a ter cada vez menos sucessores. Se as pessoas quiserem dedicar-se a esta atividade têm imensas oportunidades nos dias de hoje, até porque as condições de trabalho atuais no campo são incomparavelmente melhores às que existiam há uma década atrás.

Envolvimento das autarquias e dos autarcas no certame
Como sabem esta iniciativa desenvolvida entre a AMCB e a Deputação de Salamanca (através de uma candidatar poctep – iniciativa de cooperação transfronteiriça) surgiu por solicitação dos Municípios que ainda vivem o verdadeiro sentido de associativismo e que viram na AMCB um representante à altura para a concretização deste projeto de iniciativa local/regional. 
Deixem-me dizer-vos ainda que Nós autarcas, que estamos no terreno, (como sabem) temos o dever de sensibilizar a população para as mais-valias da aposta no mundo rural quer em termos turísticos quer em termos agroalimentares, através destes eventos. Porem é preciso que o governo central crie ferramentas e medidas que incentivem ao repovoamento agrário de forma a captar uma parte dos recursos humanos desaproveitados, e fixá-los de forma ativa nas zonas rurais. Estou perfeitamente ciente, e todos nós constatamos isso mesmo, que esta crise trouxe bastantes dificuldades para muita gente mas por outro lado a forma de pensar, a forma de gastarmos e a ideologia consumista, a forma de valorizarmos o que temos, também se alterou ou vai alterando e por isso acredito que o mundo rural possa ser visto doutra forma, possa ser visto como um recurso bem mais valioso.


Expositores
§  83 produtores pt/es
o   64 PT
o   19 Es
§  stands de produtos agroalimentares caseiros e ecológicos de Espanha e Portugal
§  Produtos agrupados em oito sectores: vinhos; lacticínios e derivados; azeites; enchidos: produtos secos: farinhas e derivados; marmeladas e conservas, e alguns produtos caseiros e ecológicos que não estão incluídos nos sectores anteriores.



Orçamento
§  Orçamento global do projeto VIP BIN SAL – € 1. 615.939,85
§  Orçamento global da organização a feira - € 116.000,00



Conclusão
Queria em jeito de conclusão terminar e dizer-vos que este projeto resume-se ao que tem sido a nossa estratégia dentro da AMCB e em pareceria com a Deputação Salamanca, o mesmo é dizer que existem três grandes prioridades, que são a competitividade territorial – relacionada com a reavaliação de terrenos através da promoção de atividades de investigação, desenvolvimento e inovação, assim como a internacionalização das empresas, a sustentabilidade territorial associada à preservação e promoção dos recursos naturais, ambientais e áreas culturais e, finalmente, a cooperação territorial, associada ao fortalecimento da cooperação e integração social e institucional dos grupos raianos.


A todos Bem hajam pela vossa presença e vemo-nos em Pinhel dias 24 e 25 de Agosto.