quarta-feira, 12 de julho de 2017

FILME/DOCUMENTÁRIO SOBRE A CAPEIA APRESENTADO NO TMG


No próximo dia 19 de julho, quarta-feira, pelas 21h30, vai ser apresentado no Teatro Municipal da Guarda (TMG) o filme/documentário genérico sobre a Capeia Arraiana, o qual teve estreia, no dia 18 de março, no Auditório Municipal do Sabugal.
Numa perspetiva de valorização da Capeia, manifestação tauromáquica específica da raia sabugalense, depois da apresentação do filme/documentário, segue-se uma tertúlia/debate, com a presença de Norberto Manso, responsável pela inventariação da Capeia no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial; Hugo Moreira, realizador do filme; e Ricardo Dias, responsável pela coprodução.
Este é mais um passo dado pela autarquia em prol das “terras do forcão”, na valorização, preservação e promoção da Capeia.
‘Na pluralidade de manifestações culturais de uma comunidade, algumas destacam-se, não porque, em si, sejam mais importantes, mas porque as pessoas na vivência das práticas culturais a elas se entregam com intensidade, outorgando-lhes, dessa forma, uma abrangência identitária, conferindo aos membros da comunidade um forte sentido de pertença.
Entre as numerosas expressões de cultura tradicional do concelho do Sabugal, a Capeia afirma-se como a mais identitária, a que melhor interpreta a memória colectiva e a que dá maior sentido de pertença aos membros da comunidade, em especial nas localidades mais próximas da fronteira com Espanha.
Em Portugal, entre a grande diversidade e dispersão de manifestações de tauromaquia popular, a Capeia deve a sua singularidade, a sua originalidade, à utilização do Forcão na lide do touro bravo. É o Forcão, apenas utilizado aqui, o elemento identitário da Capeia e que a distingue de todas as outras manifestações de tauromaquia popular/tradicional.
Neste sentido, em 2009, decidiu o Município do Sabugal iniciar os procedimentos conducentes à inventariação da Capeia, tendo em Novembro de 2011 sido inscrita no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial. Esta primeira inscrição no Inventário Nacional constitui um importante marco no recente percurso da salvaguarda do Património Cultural Imaterial.
O Filme / Documentário que aqui se apresenta resulta do compromisso de valorização, salvaguarda e preservação da Capeia que o Município do Sabugal assumiu. Na realização tivemos o cuidado de contextualizar a Capeia no Património do concelho e integrámos as melhores imagens de todas as que tiveram lugar no Verão de 2016. É um olhar sobre a Capeia que se pretendeu rigoroso em todas as suas fases, mas, simultaneamente um olhar com opções estéticas da sensibilidade da realização.’
Norberto de Oliveira Manso
‘Orgulha-se o concelho do Sabugal por ter na Capeia a mais identitária das suas manifestações culturais. Registada no Inventário Nacional do Património Cultural, a Capeia é a expressão mais enraizada da nossa cultura e que dá aos raianos um forte sentido de pertença, um orgulho ímpar e um sentido de comunidade. 
A poeira que se cola ao suor nas correrias dos encerros, a adrenalina na espera do ‘boi da prova’, a Capeia e o desencerro dão, no mês de Agosto – aos que cá residem, à diáspora que se junta a nós nessa altura e aos visitantes – uma intensa alegria, muita ansiedade, muita paixão, muitos nervos à flor da pele, emoções e sentimentos que se repetem ano após ano.
Vamos à Capeia e façamos a festa… Ó forcão rapazes!’
António dos Santos Robalo - Presidente da Câmara Municipal do Sabugal
Ficha técnica
Realização: Hugo Moreira; Edição e Sonoplastia: Renato Pereira; Mistura e Masterização: Tiago Fernandes; Textos: Sara Castro; Voz Off: Paulo Coelho; Grafismo: João Araújo;Operadores de Drone: João Pires e Hugo Moreira; Operadores de Câmara: Hugo Moreira, Renato Pereira, Tiago Fernandes, João Araújo, Diogo Proença, Luís Pedro Maio, Manuel Romeiro e David Concha; Supervisão Editorial: Norberto Manso e Ricardo Dias; Apoio à Produção: Inês Saraiva Moreira, Catarina Rito, Ângelo Teixeira e Ricardo Dias; Imagens Cedidas: Manuel Araújo (Nave – 1970); Göttingen, Institut Für den Wissenschaftlichen Film, Stierkampf in Forcalhos (Forcalhos – 1970) ; Co- Produção: Zerograus e Mestre Clique.